Trabalho em plataformas petrolíferas – Vantagens e Desvantagens

Assim como qualquer tipo de trabalho, trabalhar numa plataforma petrolífera tem as suas vantagens e desvantagens.

Comecemos então por evidenciar as vantagens.

- Os salários pagos numa plataforma petrolífera, principalmente quando esta se localiza no mar, são muito superiores à média dos salários pagos noutro tipo de indústria;

- Há um vasto leque de empregos disponíveis nestas infra-estruturas. Engenheiros, empregados de limpeza, empregados de mesa, bombeiros, mecânicos (em terra) e muito mais. Assim, é possível arranjar trabalho para todos os níveis de habilitações;

- Actualmente, a procura de trabalhadores neste sector é muito elevada, o que propicia uma maior facilidade de conseguir o emprego desejado.

- Possibilidade de trabalhar durante duas ou três semanas e de seguida descansar outras duas ou três (na maioria das empresas do sector).

vantagens Trabalho em plataformas petrolíferas   Vantagens e Desvantagens

Mas, como nem tudo é um mar de rosas, evidenciemos também as desvantagens.

- As condições de trabalho nem sempre são as melhores. A maioria dos empregos disponíveis não são trabalhos de escritório, pelo que exige alguma mobilidade e disponibilidade física.

- Geralmente os trabalhos nas plataformas petrolíferas funcionam por turnos. Em alguns casos, é possível que certos trabalhos funcionem em turnos de 24 horas, obrigando a trabalhar 24 horas seguidas.

- As plataformas petrolíferas estão espalhadas por muitos locais no planeta. É importante ter em conta que muitos desses locais têm condições climáticas bastante adversas, desde o risco de furacões, chuva intensa, frio até locais com temperaturas acima dos 40º.

Em suma, se está disponível para ultrapassar todas as desvantagens associadas ao trabalho em infra-estruturas do petróleo, este é sem dúvida um rentável local de trabalho.

Partilhar