Enfermeiros em Plataformas Petrolíferas

Uma plataforma petrolífera ou plataforma de petróleo, é uma grande estrutura usada na perfuração em alto mar para abrigar trabalhadores e as máquinas necessárias para a perfuração de poços no leito do oceano para a extracção de petróleo e/ou gás natural, processando os fluidos extraídos e levando os produtos, de navio, até a costa.

Dependendo das circunstâncias, a plataforma pode ser fixada ao chão do oceano, pode consistir de uma ilha artificial ou pode flutuar.

Claro que para uma plataforma petrolífera funcionar deve ter funcionários.

Os empregos para os quais se pode candidatar numa plataforma petrolífera, de uma maneira geral dividem-se em 3 áreas, área de perfuração, área de exploração/refinarias e manutenção de serviços.

É dentro destas áreas que se revelam diversas oportunidades de emprego.

Sendo o seu objectivo trabalhar neste ramo, deve então começar por seleccionar as áreas a que se pensa candidatar, para que assim se torne menos complicado seleccionar as ofertas de emprego a que irá futuramente submeter a sua candidatura.

Hoje em dia existe a Enfermagem Offshore, este tipo de enfermagem actua fora da costa, em navios, embarcações e plataformas petrolíferas. os médicos fazem tudo o que faziam num hospital, a diferença é o que no hospital não possuem um chão concreto e pode flutuar!

É uma oportunidade única para aqueles que possuem uma produção maior de adrenalina oriunda da famosa glândula supra-renal e gostam de viajar.

Quando se actua em alto mar é necessário alguns requisitos como ter noções de outros idiomas, criatividade para resolver determinados problemas e quem sabe, saber nadar.

É está certo que existem bóias, mas saber nadar também seria um óptimo requisito, além, é claro da graduação em enfermagem, experiência seja em emergência ou UTI ou enfermagem do trabalho, além de um bom espírito aventureiro.

A área da enfermagem em plataformas petrolíferas é a que mais bem paga aos enfermeiros, para alem de não ser tão monótono e stressante o trabalho, já para não falar que trabalhar em plataformas é 50/50 metade do mês trabalham e outra metade do mês não.